Filosofia Oriental e Espiritualismo Prático

Últimos assuntos

Navegação

Parceiros

Fórum grátis

    Essa Vida Não Passa Logo

    Compartilhe
    avatar
    Monstrinho

    Mensagens : 145
    Data de inscrição : 22/05/2011

    Essa Vida Não Passa Logo

    Mensagem  Monstrinho em Ter Jul 26, 2011 5:27 pm

    Essa vida não passa logo
    Logo, tenho que esperar a vida passar
    Porque se tudo é ilusão, logo, não devo fazer nada
    Mas se não faço nada, logo advém o tédio ou um "não sei o que devo fazer"

    Porque no mundo objetivo há o que se fazer
    Mas na objetividade do dia-a-dia
    A minha subjetividade não encontra lugar
    Porque as minhas ilusões foram descobertas

    Logo, não penso, e se não penso não existo objetivamente
    Se não existo o que faço no mundo?
    Fico esperando a existência passar
    Enquanto o relógio das ilusões pára por falta de corda...

    A vida não passa logo
    Pois se se tiram as ilusões o que se coloca no lugar?
    "A minha alma não pensa", logo não existe
    "Penso, logo existo" mas e daí?

    Se a vida não passa logo é porque não há um passatempo
    Então deveria eu criar um passatempo (?) para a vida passar logo
    Mas ela não passa
    Porque o relógio demora a percorrer os segundos, os minutos até chegar às horas

    E assim, essa vida não passa logo
    E eu cujas ilusões foram roubadas
    Quero que o relógio ande rápido no decorrer das horas
    Logo não tenho pressa

    Mas tenho pressa de saber quando é que esse relógio vai parar de marcar o tempo
    Porque essa vida não passa logo
    E o tempo me é farto
    De dia ou de madrugada

    Para escrever textos
    E poesias inéditas
    Sobre essa vida
    Que não passa logo

    avatar
    Monstrinho

    Mensagens : 145
    Data de inscrição : 22/05/2011

    Essa Vida Não Passa Logo - Parte II

    Mensagem  Monstrinho em Ter Jul 26, 2011 5:56 pm


    Essa vida não passa logo
    Logo, não tenho com que me preocupar
    Pois, se espero a vida passar
    É porque não tenho com que me ocupar

    Mas, essa vida não passa logo
    Logo tenho que me preocupar
    Que essa vida não passa logo
    E assim, não tenho com que me ocupar

    A saber que essa vida não passa logo
    Logo não tenho o que fazer
    Porque não tenho com que me entreter
    Embora me preocupe em saber que nessa vida não há o que fazer

    E logo, é uma fonte de preocupações
    Em questionando por quê essa vida não passa logo?
    Porque não há tantas ilusões que conclamariam?
    Não vida! não passe logo!

    Mas eu quero que ela passe logo
    E por isso adianto o meu despertador
    E não ando com o celular no bolso
    Para não saber as horas

    Dessa vida que não passa logo
    E que portanto odeio as horas
    Quem medem que "tempo é dinheiro"
    E por isso os relógios são tão apreciados no ocidente, para aqueles de necessitam das horas

    Mas eu, para quem a madrugada se faz amiga
    De que vale saber as horas
    Dessa vida que se mede por horas?
    E sem saber a hora

    E assim, vou vivendo, sem me preocupar com as horas
    E no entanto, ansioso por saber
    Quando passará esta vida
    Esta vida que não passa logo


      Data/hora atual: Seg Jun 26, 2017 8:07 pm