Filosofia Oriental e Espiritualismo Prático

Últimos assuntos

Navegação

Parceiros

Fórum grátis

    Conhecer a Verdade‏ é Libertar-se

    Compartilhe

    Convidad
    Convidado

    Conhecer a Verdade‏ é Libertar-se

    Mensagem  Convidad em Sab Ago 06, 2011 10:28 pm

    Conhecer a Verdade‏

    Temos uma compreensão do q é a verdade pelos depoimentos e testemunhos de muitos, q vêm de séculos antes de Jesus, místicos, sábios, “santos” e, hoje, cientistas quânticos. Seus depoimentos são perfeitos e idênticos para todos q passaram pela experiência da união com o q chamamos de Deus. Assim, cientistas notáveis, entre eles Einstein, denominaram essa experiência de “experiência de concordância universal”, pois em qualquer tempo ou lugar em q tenha ocorrido é idêntica para todos, apenas sendo diferentes nos relatos devido às culturas diferentes.

    Coloco a seguir trecho de texto q preparei a respeito:

    “Pesquisadores cristãos afirmam que “o que falta, no cristianismo de hoje, é o conhecimento de que podemos ir além da teoria e da doutrina; que podemos passar para a percepção direta”, vejam bem, “percepção direta”; podemos perceber, diretamente, aquilo de que a doutrina fala. Isto é, podemos ter a percepção direta de Deus. Esse conhecimento existia no cristianismo dos primeiros séculos, mas a igreja cristã se esqueceu de divulgar.

    Jung, o famoso psicoterapeuta, disse que essa “é a experiência mais importante e sublime na vida do ser humano”. E, prestem atenção a estas outras palavras de Jung:

    “O fato, que tenho comprovado numerosas vezes, em meu consultório, é que a experiência de Deus é a verdadeira terapia e, na medida em que as pessoas por ela passam, se afastam da maldição da patologia”.

    Perceberam? Quanto mais próximos estamos de “sentir” Deus, mais longe nós estamos das doenças do corpo e da mente”.

    Alguém isse:

    “Não conheço a Verdade, se conhecesse não estaria aqui nesta dimensão...”

    Cel: estaria, sim, nesta dimensão. Para todos os q a conheceram lhes desperta um amor quase “insuportável” (depoimentos) pelos semelhantes que sofrem exatamente por não conhecê-la (“... e a verdade vos libertará”). Então, tentam ensinar aos demais o caminho q já conhecem (“... a luz sobre o velador, para q ilumine a todos”), só se calando qdo a morte chega. Assim, Jesus e outros, dos quais está cheia de exemplos a história da Idade Média, q relata a execução de muitos por não se calarem.

    Temos exemplos bem recentes de homens q, por isso, foram punidos pela igreja de Roma. Dos mais recentes: Teilhard de Chardin, filósofo, cientista etc e sacerdote da igreja, condenado pelo Vaticano a ficar calado até o dia de sua morte, por afirmar q todos nós, humanos e não humanos, somos uma só consciência; mais perto de nós, ainda vivo, Leonardo Boff, sacerdote católico, expulso da igreja por dizer, entre muitas outras coisas, q podemos alçar o vôo da águia e não voando sempre rente ao chão, como as galinhas. Do mesmo modo, lá no passado, os amigos devem saber, Galileo Galilei, cientista e astrônomo, deveria ser condenado à execução pelo fogo, por sua descoberta sobre o heliocentrismo, o q contrariava as informações bíblicas de q a Terra era o centro fixo do universo; afirmava q tudo, inclusive a Terra, se movia em torno do Sol; só não foi executado porq, frente ao tribunal do Santo Ofício (Inquisição) se retratou. Diz a história q, qdo deixava o tribunal, afirmou a seus amigos: “no entanto, é a Terra q se move”.

    Uma amiga:

    “... se eu a conhecesse e realmente acreditasse nela eu seria completa, jamais faria qualquer coisa que pudesse ferir o próximo ou a mim mesma... somos todos ainda tão imaturos. Se conhecêssemos realmente a Verdade, seriamos bastante e profundamente humildes e o amor brotaria de nossas mãos e de nossos olhos de forma pura, inteira, magnânima”.

    Cel: isso é uma verdade absoluta; o conhecer a verdade transforma o homem velho, no “novo homem”, citado por Jesus; essa é a verdadeira “ressurreição”: morre o homem velho e um “novo homem” entra em cena, de natureza totalmente diferente. Como vc disse, está completo, pleno (“... tudo o mais vos virá por acréscimo”); nunca nem mesmo poderia pensar sequer em magoar o próximo, pois sua natureza é amor incondicional.

    Amiga:

    “... a Verdade, lembre-se que por conhecê-la e amá-la, jamais a possuirá, porque creio que a Verdade é livre e não é de ninguém”.

    Cel: amiga, a verdade não é de ninguém; mas, quem a conhece está livre de todas as algemas, de todas as dependências; é a bem-aventurança e conhece sua verdadeira identidade com a Consciência Universal, ou Deus (“eu e o Pai somos um”).

    Abraços a todos.

      Data/hora atual: Seg Dez 11, 2017 10:05 am