Filosofia Oriental e Espiritualismo Prático

Últimos assuntos

Navegação

Parceiros

Fórum grátis

    DIFERENTES MORADAS... E DIFERENTES CATEGORIAS DE MUNDOS...

    Compartilhe

    Convidad
    Convidado

    DIFERENTES MORADAS... E DIFERENTES CATEGORIAS DE MUNDOS...

    Mensagem  Convidad em Sex Set 02, 2011 6:57 pm

    Amigos, mesmo correndo o risco de excomunhão (por decreto do Adm), abro este tópico, no qual comento msg de um pps do tópico “Terra, escola de espíritos”, de outro fórum, cujo conteúdo vai numerado de 1 a 20 . Trata-se do Cap III de OESE (as muitas moradas..., categorias de mundos..., destino da Terra..., mundos de expiações e regeneradores... etc). Tenho feito enormes peripécias mentais, para compreender como os amigos espíritas compreendem, mas... Sempre vejo discordâncias, pontos obscuros, respostas insatisfatórias ou incompletas naquilo q a doutrina dos espíritos nos comunica. Se há aqui um companheiro espirita, peço para refletir comigo:

    1. mundos primitivos –primeira encarnação – não existe nenhuma moral...

    Cel: observem; o espírito é enviado, independentemente de sua vontade, para um mundo no qual não existe qualquer moral; logo, o fato de ser imoral nada tem a ver com sua responsabilidade, pois o mundo, aonde vem para se depurar, é q é destituído de qualquer moral; portanto, nenhuma responsabilidade cabe ao espírito por ser imoral, enqto nesse mundo...

    2. o esp/homem preocupa-se apenas com a satisfação de suas necessidades materiais...

    Cel: evidentemente, porq esse mundo primitivo o faz ser assim, totalmente voltado para si mesmo, totalmente mergulhado no egoísmo... Logo, o egoísmo vem, não da vontade livre do espírito, mas das características do meio onde veio viver...

    3. a ignorância domina...

    Cel: evidentemente, não por sua vontade, ou por ser recalcitrante, ou por desejar, ele mesmo, ser ignorante, ou imoral, ou infeliz... pois o mundo é q é assim: a ignorância nele domina;;...

    4. mundos de expiações e provas – o mal domina...

    Cel: o mal domina; mas mal proveniente de onde? Qual é a causa do mal, senão a falta de desenvolvimento moral, a ignorância, o egoísmo q acompanham o esp desde seus mundos anteriores e “inferiores”? Como podemos crer ou imaginar q a causa está no próprio caráter do espírito? E se está em seu caráter, quem o fez assim senão sua passagem pelos mundos inferiores, q o encheram de imoralidade, egoísmo e maldade etc? A vida, até chegar aqui, o fez imoral, egoísta e maldoso... ou quem o fez assim? Ele mesmo, por vontade própria de ser imoral, ignorante e maldoso, à força, se fez portador de tais defeitos morais?

    5. o espírito aí (nos mundos de expiações) só tem q expiar... e passar por provas...

    Cel: o “passar por provas” pode até ser compreendido, pois provas, conforme doutrinas, são, tb, necessárias à adaptação ao mundo para onde é mandado e, por isso, nesses casos se justificam. Contudo, o q justifica as expiações? Se o espírito veio de mundos onde só existe ignorância, imoralidade, egoísmo, por quais erros deve expiar? Se lá só havia ignorância, egoísmo, imoralidade e total ausência de amor, poderá o espírito ter errado por sua livre vontade?!

    6. mundos regeneradores; um degrau acima da Terra, onde existem novos valores morais...

    Cel: afinal, são os espíritos q, com seu grau de ignorância, maldade e imoralidade, caracterizam esses mundos, propiciando q se lhes dêm tais denominações? Ou são as circunstancias de como é a vida, o ambiente, a moral de todos, o egoísmo, o mal e a ignorância q caracterizam esses mundos e fazem com q os espíritos persistam com tais defeitos? Se esses mundos têm novos e mais elevados princípios morais, q mérito cabe ao espírito por isso?

    7. o bem predomina, a felicidade predomina; não mais doenças, mortes prematuras, guerras, pestes, fome; cessa tudo q é fruto do egoísmo e do orgulho...

    Cel: logo, por aí, podemos perceber q tais males e sofrimentos são, nos mundos anteriores a esse, obrigatoriamente, destinados a todos, sem exceção, como se a evolução só pudesse ser realizada à força de chicotadas (sofrimentos) sem o q não avançaríamos pela estrada do aperfeiçoamento. Pois todos os defeitos morais q apresentamos vêm de nossa escola dos mundos anteriores e inferiores. Ou de onde vêm? Da própria criação? Desta, conforme as doutrinas, os espíritos vêm apenas com uma única imperfeição, e esta imposta a todos pelo próprio Criador: a ignorância q, se bem refletirmos, vamos concluir q ela é a mãe de todas as outras numerosas e monstruosas imperfeições...

    8. destinação da Terra – o homem não é punido sempre ou completa/ na existência presente, mas jamais escapa das conseqüências de suas faltas...

    Cel: porq o homem/espírito encarnado deve ser punido? Porq jamais escapa das conseqüências de suas faltas? A ignorância merece ser punida? Ou o espírito erra de propósito, mesmo sendo sábio e sabendo q, errando será menos feliz? O homem sábio erraria e cometeria faltas?! O homem foi criado com apenas uma imperfeição, certo? E vem ao mundo para aprender a se aperfeiçoar, a se depurar de quê? Da ignorância, somente, q lhe foi imposta pelo Criador. Assim, onde o homem aprende a se ligar a tantas outras numerosas e monstruosas imperfeições, senão na própria escola para onde é mandado para aprender a se libertar das imperfeições das quais, só tinha uma única?!

    9. Deus permite q resgatemos nossos erros, tendo novas oportunidades de aprender e, em conseq, de evoluir... através de expiações: fome, miséria, guerra, abandono, epidemias, necessidades de toda natureza, dificuldades, problemas, doenças provenientes de atos errados de vidas passadas...

    Cel: primeiramente, os erros são provenientes de quê, da sabedoria ou da ignorância? E a ignorância ou a sabedoria são provenientes de que, senão do nível de aprendizado em q estamos na escola da vida? Portanto, qual é a culpa ou responsabilidade do homem por estar neste ou aquele nível? Somos nós q nos fazemos o q somos, nosso caráter, maneira de pensar, desejos e sentimentos, ignorância ou sabedoria, inteligência, bondade ou maldade? Somos nós q, por nosso desejo e livre vontade, colocamos em nosso íntimo tais características positivas ou negativas? Se somos nós, como ou porq, de uma igualdade perfeita inicial, nos tornamos tão desiguais? Nós nos fazemos assim, ou são as circunstâncias/ experiências/ lições da vida q nos fazem assim? Porq, se podemos escolher fazer o bem, o q equivale a escolher ser mais feliz, escolhemos fazer o mal, q equivale a escolher ser mais infeliz?! Podemos escolher ser felizes mas, estranhamente, escolhemos ser infelizes!! A única explicação é a ignorancia; ignorancia de q tudo q fazemos de bem ou de mal, de algum modo, é benéfico ou maléfico para a harmonia da criação. Segundo doutrinas, estamos esquecendo ou negligenciando a Lei de Deus; contudo esquecer, ninguém pode ser responsabilizado por esquecer; negligenciar só pode ser resultante da ignorância; então, de onde vêm as culpas por erros passados, a necessidade de resgatar erros, os sofrimentos/castigos/penalidades expiatórias que resultam em sofrimentos torturantes e insuportáveis, como vemos no mundo e q este texto cita (número15 acima)?

    10. provações: sofrimentos q nada têm a ver com atos de outras encarnações... são escolhidas pelo Esp para evoluir...

    Cel: aqui, outra questão; qual a razão de que espíritos criados perfeitamente iguais escolhem provações desiguais? Alguém consegue explicar? Em face daquilo q as doutrinas ensinam, só poderá existir justiça se o somatório final, de todos os momentos de felicidade e de infelicidade, for perfeitamente idêntico para todos, sem eceção de nenhum; qualquer desigualdade implica em injustiça, coisa absurda, conforme as doutrinas. Mas, esse somatório será igual para todos?

    11. Jesus diz q os sofrimentos são necessários... mas, acrescenta q que os praticar deverá sofrer (ai de quem pratica os escândalos...).

    Cel: Jesus afirmou isso? Q são necessários, isto é, q o currículo de ensino desta escola planejada e criada por Deus, contém, como mais eficiente fator de aprendizado ou progresso no ensino, as dores do sofrimento?! Ou Jesus disse q os escândalos virão mesmo porq não há como evitá-los, em face das condições da compreensão imperfeita do homem? Se o sofrimento é necessário ou obrigatório, isso se assemelha a q a evolução só se dá à força de cânceres, crimes hediondos, pedofilia, estupros, desastres e aleijões e paralisias, pernas decepadas a machadadas, fome e miséria, viver dos lixões ou sob aquela ponte, dores inarráveis, sofrimentos morais e físicos q vemos no dia a dia. Podemos sequer imaginar q o Todo Poderoso, Sabedoria infinita, Amor e Justiça infinitos, elaborasse um plano de evolução baseado nas dores de suas próprias criaturas divinas?

    16. diz q Jesus afirma q só encarnados é q consertamos nossos erros...

    Cel: Jesus disse isso? Afinal, qual é q verdadeira “pátria” do espírito: os mundos ditos materiais ou a dimensão espiritual? Além disso, onde foi q praticamos os erros os quais temos de consertar? Foi exatamente na carne; não possuíamos as imperfeições e são elas q nos levam a tantos erros; logo, somente adquirimos imperfeições aqui, na mesma condição de encarnados; condição para a qual temos de voltar para conserta-los... Portanto, viemos sem erros, e, aqui, nos enchemos de erros! O q fez q ocorresse isso, q fez com q nos enchêssemos de erros? Quem consegue explicar? Viemos aqui para aprender a nos libertar dos erros ou imperfeições (e viemos com uma só: a ignorância, q nos é imposta pelo próprio Criador e q é a mãe de todas as numerosas e monstruosas outras; contudo, é aqui mesmo q aprendemos o contrário do q viemos aprender, isto é, é aqui mesmo q aprendemos a nos prender a muitas outras imperfeições.

    17. Jesus diz q é na matéria q iremos aplicar os conhecimentos aprendidos, e q superaremos nossos limites morais...

    Cel: onde nos tornamos limitados moralmente? Já éramos limitados moralmente antes de virmos às reencarnações? Temos de, aqui, superar limites morais produzidos, exatamente, pelo fato de estarmos aqui?! Alguém pode explicar? Onde é a verdadeira Pátria do espírito, a verdadeira vida do espirito? Não é a dimensão espiritual? Aprendemos aqui, aplicamos nosso conhecimento aqui, qdo nossa real condição é espírito?!! Não podemos aprender na vida espiritual? Só encarnados podemos aprender amor? Não é, exatamente encarnados q aprendemos desamor? Ou podemos deduzir q viemos às primeiras encarnações já necessitados de aprender amor, q já viemos da criação sem amor?! Onde nos tornamos sem amor?

    18. a Terra será mundo regenerador porq é a Lei de Deus q a governará...

    Cel: aqui, outra questão: a Terra, hoje, não é mundo regenerador, mas de expiações. Mas será promovida à condição de mundo regenerador e, então, por isso, será a Lei de Deus q a governará, concorda? Então, de quem é a lei q a governa hoje? Quaisquer mundos, antes de se tornarem mundo de regeneração, não são governados pela Lei de Deus? Qual lei governa os mundos primitivos e os de expiações e provas? Ou não há nesses mundos lei alguma?...

    19. haverá ainda situações difíceis (q evidente/ resultarão em sofrimentos ???) para separar o joio do trigo.

    Cel: portanto, a separação do joio do trigo tb se faz à força de sofrimentos?! E quem é o joio? Porq se tornou joio? Porq não permaneceu em mundo de provas se será separado dos demais, pois é joio? Por sua livre vontade ou por suas vivencias nos mundos inferiores? Só pode ser pela ignorância, trazida desses mundos, pois aquele q é sábio jamais obraria de modo a ser classificado como “joio”!

    20. e quem persistir no bem, evitando as imperfeições poderá encontrar a paz procurada,...

    Cel: aqui, repete-se a questão para a qual ninguém, nem doutrinas, têm resposta satisfatória: porq nos tornamos imperfeitos? Já somos criados imperfeitos? Onde as adquirimos, senão na própria escola para onde viemos aprender a nos libertar delas (das quais tinhamos só uma única, a ignorancia,a mãe de todas as demais, e imposta pelo próprio Criador? Pois não éramos imperfeitos ao sermos criados e, portanto, nem ao chegarmos aqui e, depois, nos tornamos repletos de numerosas e monstruosas outras imperfeições, q exigiem, para seu resgate, inúmeras encarnações, q podem se estender por milhões de anos de sofrimentos torturantes e insuportáveis?!

    Alguém compreende?



    Admin
    Admin

    Mensagens : 30
    Data de inscrição : 22/05/2011

    Re: DIFERENTES MORADAS... E DIFERENTES CATEGORIAS DE MUNDOS...

    Mensagem  Admin em Dom Set 04, 2011 1:06 am

    Coronel_ escreveu:Amigos, mesmo correndo o risco de excomunhão Rolling Eyes (por decreto do Adm), abro este tópico, no qual comento msg de um pps do tópico “Terra, escola de espíritos”, de outro fórum, cujo conteúdo vai numerado de 1 a 20 . Trata-se do Cap III de OESE (as muitas moradas..., categorias de mundos..., destino da Terra..., mundos de expiações e regeneradores... etc). Tenho feito enormes peripécias mentais Very Happy , para compreender como os amigos espíritas compreendem, mas... Sempre vejo discordâncias, pontos obscuros, respostas insatisfatórias ou incompletas naquilo q a doutrina dos espíritos nos comunica. Se há aqui um companheiro espirita, peço para refletir comigo:


    Bom, aqui não há nenhum risco de excomunhão (por decreto do Adm) pelo fato de se criticar as religiões dualistas - ainda mais q isso aí foi tirado de um PPS Very Happy.

    Coronel_ escreveu:
    Alguém compreende?

    Não é fácil compreender não Evil or Very Mad

    Mas eles podem argumentar que o Espírito vinha evoluindo desde o humanóide, e, somente a partir dos Mundos de Provas e Expiações, é que houve a responsabilidade pelos seus atos. Para isto, argumentarão que, os Espíritos que compõem os Mundos de Provas e Expiações, são Espíritos que já viviam nos Mundos Felizes e de Regeneração, e de lá "caíram", porque continuaram a praticar o mal. Então, como você diz, nessa "escola da vida", esses "lúciferes decaídos", ensinaram o mal para os Espíritos primitivos que viviam aqui na Terra.

    Por que os Espíritos que já estavam nos Mundos Felizes "escolheram" fazer o mal e foram banidos para a Terra? ==> Não sei!

    Abçs



    Admin
    Admin

    Mensagens : 30
    Data de inscrição : 22/05/2011

    Re: DIFERENTES MORADAS... E DIFERENTES CATEGORIAS DE MUNDOS...

    Mensagem  Admin em Dom Set 04, 2011 1:25 am

    Ah, só lembrando: há também a hipótese de Pietro Ubaldi, defendida pelo Gilson Freire de que, todos esses mundos aí citados acima, desde os primitivos aos Mundos felizes e celestes, fazem parte do Anti-sistema ou seja, a antípoda de Sistema ou Mundo Espiritual, de onde foram arrojados os Espíritos que já foram criados por Deus - plenamente conscientes dessa perfeição - mas que, inexplicavelmente, "perserveraram no egoísmo" (Como? Não viviam no Mundo Perfeito ao lado de Deus? Como havia egoísmo por lá? Rolling Eyes ) e por isso foram atirados no Anti-sistema = Universo Material, para, ao "pagarem o alto preço", terem que "evoluir" do átomo ao Arcanjo, e só depois disso (Reparem que o arcanjo ainda vive no Anti-sistema, ele ainda está na última fase de pagamento de pecados) é que o Espírito volta ao seio de Deus, resgatando e restaurando a sua perfeição.

    Quer dizer, ele é perfeito, mas devido ao egoísmo tem que viver durante bilhões de anos em mundos primitivos, de provas e expiações para se tornar perfeito de novo.

    E isto aí, alguém compreende?

    Lógico que também tenho uma resposta "quase plausível" para a espinhosa questão: "Como surgiu o mal no mundo"? Mas, como diz o próprio Coronel, não vamos dar nada de bandeja, vamos deixar as pessoas pensarem um pouco...

    Abçs,


    Conteúdo patrocinado

    Re: DIFERENTES MORADAS... E DIFERENTES CATEGORIAS DE MUNDOS...

    Mensagem  Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qua Ago 16, 2017 11:54 pm